O código do OVO / The code of the EGG

  Há três anos atrás, quando comecei a Paleo, o panorama era bem mais difícil! Ainda estava instituído que devíamos comer de 3 em 3 horas, que a gordura era um demónio, etc etc etc. Mas havia um mito bem enraizado que foi mais difícil refutar: Os Ovos!
A opção Paleo para pequenos almoços e snacks baseia-se muito na ingestão de ovos. Por dia, eu consumo em média 2 a 3 ovos inteiros. É claro que isso gerou uma onda de conselhos nos meus amigos e família :
“- Olha que comer tantos ovos faz mal!”
“- Cuidado com o fígado!”
“- Já fizeste análises ao colesterol? E aos trigligerídeos?”
Foi aí que eu comecei a ficar preocupada e comecei a fazer análises constantes. Bem, hoje em dia parece-me estranho começar a fazer análises exactamente quando começamos a ter cuidado com a alimentação, mas enfim! Lá fui fazendo análises e para o meu espanto o LDL (colesterol “mau”) baixou, o HDL aumentou e o colesterol total voltou para valores normais, assim como os triglicerídeos!!!!
Acabei por provar a A+B que os ovos não me faziam mal e continuo a comer 3 ovos por dia! E os valores?! Esses mantêm-se muito bem, obrigado!
Há no entanto,
 um aspecto muito importante que refiro sempre nos meus workshops: temos que saber o que estamos a consumir! Por isso resolvi falar aqui dos ovos!
Os ovos têm um código impresso na casca que funciona como o seu Bilhete de Identidade. Serve para percebermos em que condições foram criadas as suas galinhas.
Para quem come  ovos como  eu é fundamental que tenham qualidade!! Por isso vamos lá perceber o que diz esse bilhete de  identidade!
O primeiro dígito é o modo de criação:
CÓDIGO 3 /// GAIOLAS
São os mais usuais, mais baratos e menos saudáveis. Os ovos são produzidos por galinhas que passam a vida toda numa gaiola. Conseguem imaginar como poderá ser um ovo assim?
CÓDIGO 2 /// SOLO
 São um pouco melhores que os anteriores mas apenas aumentam o tamanho da “gaiola”. Os aminais são criados no solo mas em grandes armazéns com 10 galinhas por metro quadrado….super povoado…não? As galinhas não podem ir para o exterior e têm os bicos cortados imaginem!!!! Esta situação gera um seres tal que elas têm comportamentos de ataque ou auto-mutilação!
CÓDIGO 1 /// AR LIVRE
Significa que as galinhas têm um espaço interior semelhante às do CÓDIGO 2, onde passam a noite e se abrigam da chuva, mas também têm um espaço exterior ao ar livre, com quatro metros quadrados por galinha! O que melhora bastante a qualidade do ovo.
CÓDIGO 0 /// BIOLÓGICOS
São sem sombra de dúvida os melhores! As galinhas para além de serem criadas ao ar livre, têm uma alimentação Biológica e cuidada! São as galinhas felizes!
Felizmente já conseguimos ovos biológicos no supermercado, encontrei ontem estes no Continente a 1,99€ e estão aprovadíssimos!
 A diferença de preço entre ovos de BIOLÓGICOS e ovos de GAIOLAS não é maior que um euro para meia dúzia de ovo. Por isso, quando fores comprar ovos, pensa duas vezes antes de fazeres a tua escolha.
Three years ago, when I started Paleo, the panorama was much more difficult! It was still established that we should eat every 3 hours, that the fat was a devil and so on, and so on. But there was a well-rooted myth that was harder to refute: The Eggs!
The Paleo option for breakfast and snacks is very much based on egg ingestion. By day, I consume on average 2 to 3 whole eggs. Of course this has generated a wave of advice in my friends and family:
“Look, eating so many eggs is bad!”
“Be careful with the liver!”
“Have you  done cholesterol tests?” What about the triglycerides? “
That’s when I started to get worried and started to do constant blood analysis. Well, nowadays it seems strange to start doing blood analyzes exactly when we start to be careful with food, anyway! I went there and to my amazement the LDL (“bad” cholesterol) lowered, the HDL increased and the total cholesterol returned to normal values, as well as the triglycerides!!!!
I finally proved to everyone that eggs did not harm me and I still eat 3 eggs a day! What about the values ​​?! These keep up very well, thank you!
There are, however, a very important aspect that I always refer to in my workshops: we have to know what we are consuming! That’s why I decided to talk about eggs here!
The eggs have a code printed on the shell that works as your Identity Card. It serves to understand the conditions under which your chickens were raised.
For those who eats eggs like me it is essential that they have quality !! So let’s see what this ID card says!
The first digit is the creation mode:
CODE 3 /// CAGE
They are the most usual, the cheapest and the least healthy. Eggs are produced by chickens that spend their entire lives in a cage. Can you imagine what an egg like that could be?
CODE 2 /// ONLY
 They are slightly better than the previous ones but only increase the size of the “cage”. The aminae are bred on the ground, but in large warehouses with 10 chickens per square meter. Chickens can not go abroad and have cropped beaks imagined !!!! This situation generates beings such that they have attacking or self-mutilating behavior!
CODE 1 /// AR FREE
It means that chickens have an interior space similar to those of CODE 2, where they spend the night and shelter from the rain, but also have an outdoor outdoor space of four square meters per chicken! This greatly improves the quality of the egg.
CODE 0 /// BIOLOGICAL
Are without a doubt the best! The chickens, besides being raised outdoors, have a biological and caring food! Are the hens happy!
Luckily we already got organic eggs in the supermarket, I found these on the Continente yesterday and they are very well!
 The price difference between BIOLOGICAL eggs and CAGE eggs is not more than one euro for half a dozen eggs. So when you buy eggs, think twice before making your choice.


Ass artigos

Comments are closed.

Navigate