Bolo de cenoura / Carrot cake

Imaginem o panorama: sexta feira, 11 da noite e eu deitada no sofá com aquelas ansiedades que não te deixam raciocinar, conheces?
É verdade que o Jejum intermitente me tem estabilizado os apetites nocturnos, mas tenho que vos confessar que a vida não tem sido “branda” comigo e é muito natural procurar na comida algum conforto!
Eu defendo que a comida é o nosso combustível, e é verdade! Mas apesar disso, não deixa de ser extremamente social e intimamente associada ao prazer! Convívios de familia, amigos, aniversários são sempre à volta de uma mesa onde aliamos o prazer da comida a uma boa conversa!
O que nos traz de volta ao meu sofá e à ansiedade que estava a sentir!
Não consegui descobrir ainda porque é que isto acontece recorrentemente depois do jantar. Talvez seja porque finalmente temos aqueles momentos de descanso e consecutivamente “prazer”. Talvez seja o subconsciente a associar o relaxamento à comida! Ou talvez não exista nenhuma relação!
Ontem, como viram nas minhas histórias do Instagram e como não tenho “porcarias” em casa, dei uma de louca e fui fazer um bolo às 11 da noite!  Sim…é verdade! Vou deixar-vos a receita e espero que gostem!

Imagine the picture: Friday, 11pm and I’m lying on the sofa with those anxieties that don’t let you think, are you familiar?
It is true that intermittent Fasting has stabilized my nocturnal appetites, but I have to confess to you that life has not been “soft” with me and it is very natural to look for food to comfort!
I argue that food is our fuel, and it’s true! But despite this, it is extremely social and intimately associated with pleasure! Family gatherings, friends, birthdays are always around a table where we combine the pleasure of food with a good talk!
Which brings us back to my couch and the anxiety I was feeling!
I’ve not been able to find out yet why this happens again and again only after dinner. Maybe it’s because we finally have those moments of rest and consecutively “pleasure.” Perhaps it is the subconscious to assimilate relaxation to food! Or maybe there is no relationship at all!
Yesterday, as you saw on my Instagram stories and as I didn’t have “crap” at home, I went crazy and baked a cake at 11pm! Yes, it’s true! I’ll leave you the recipe and hope you like it!

Recipe

Cenouras / Carrots
Ovos / Eggs
Farinha de frutos secos / Nut flour (g)
Fermento biologico / Bio Yeast (spoon dessert)
Mel / Honey (tablespoons)
Óleo de coco (caneca) / Coconut Oil (cup)
Pitada de sal / Pinch of salt
Bate as claras em castelo.
Pica as cenouras (bem finas).
Junta tudo no copo de um processador.
Bate durante 5 min velocidade maxima.
Adiciona o fermento e mexe lentamente.
Unta uma forma com óleo de côco.
Polvilha com linhaça.
Verte a massa para a forma.
Deixa cozinhar durante 60 min a 180º.

Whisk the egg whites to the castle.
Chop the carrots (very thin).
Put it all in a processor cup.
Beat for 5 min max speed.
Add the yeast and stir slowly.
Grease a shape with coconut oil.
Sprinkle with flaxseed.
Pour the dough into the shape.
Leave to cook for 60 min at 180º.
Ass artigos

Follow my blog with Bloglovin

4 Comments

  1. Deve ser delicioso, e tem ingredientes tão fáceis! ficará guardada na lista 😀

    • Fica mesmo uma delícia! Mas vou alterar a receita….noutro dia experimentei o mesmo bolo mas aumentei os ovos e ficou muito melhor….vou fazer isso o mais rápido possível!
      Beijinho

  2. Júlia Batista

    Olá!

    Esclareça-me, pf :

    Queijo, manteiga, natas frescas e iogurtes naturais não se comem em paleolítica?

    Há versões diferentes em sites diferentes. Não sei categorizar qual/quais os mais fidedigno s.

    Obrigadissima

    • Olá Júlia, é verdade tens toda a razão para te sentires confusa! Isso acontece pois existem duas dietas baseadas na era do Paleolítico a de Loren Cordain (a dieta do Paleolítico) e a de Mark Sisson (Dieta Primal).
      O Loren é mais restritivo e elimina todos os lácteos, já o Mark permite alguns que tenham pouca lactose como o caso dos iogurtes (grego) e os queijos curados! Eu apenas utilizo esporadicamente.
      Beijinho

Navigate